domingo, 24 de fevereiro de 2013

Seus olhos são como as piscinas de Heshbon


139. Rav Yosi disse: Está escrito: " conferindo uma coisa com a outra para achar a causa delas; (Heb. cheshbon)" (Eclesiastes 7:27), e ele perguntou: a soma dos valores numéricos das letras está de acordo com a lua, que é Malchut, mas em que nível? Ele não respondeu, mas disse: ouvi este assunto, mas não me lembro dele. A mesma sombra surgiu e bateu  nos olhos de Rav Abba. Ele caiu sobre sua face retirando o medo, e enquanto ele ainda estava sobre sua face, um verso veio-lhe, como está escrito: "Os seus olhos como as piscinas de Heshbon que estão junto à porta onde se reúne a multidão (porta de Bath-Rabbim, filhas da multidão) (Cântico dos Cânticos 7:5) A explicação é: Isto refere-se aos olhos de Malchut, ou seja sua Chochmah que é chamado "Olhos", e eles são aperitivos, ou seja as delicadezas para a divina Chochmah que é elaborada de cima, de Binah, e seus olhos são preenchidos por contas  e equinócios e solstícios e se tornam piscinas que fluem da direita em todas as direções até que eles sejam contados em todas as contas e a intercalação da lua de fora, ou seja das partes externas de Malchut, também das estrelas e as constelações - para conseguir uma soma. E isto é "pelo portão das filhas da multidão (Bath Rabbim)," que é a lua, que é Malchut, a partir de fora.

Um comentário:

sandra Jabamiah disse...

Os "olhos como piscinas"!
Expressão éd máxima beleza quado entendemos o que se passa no Coração de D-us.
Linda passagem par o período que entraremos agora dia 21 de março o "purim".
Minha alma se enche de alegria quando entro neste blog-templo e leio estas maravilhas que os olhos de quem escreve muitas vezes se enchem das ´´aguas da piscina divina.
Não importa se aqueles que lerem o que escrevi entenderam ou não .
O importante é que sei do que digo e sei o que sinto
Hoje é dia de Yom Kippur Katan, meditemos pois neste dia.
Shalom!